BAHIA SOFRE DERROTA FORA DE CASA, MAS SEGUE NA BRIGA PELO G-7

Fonte: Victor de Freitas/ECBahia.com Publicação: 20/11/2017 Categoria: Esportes
BAHIA SOFRE DERROTA FORA DE CASA, MAS SEGUE NA BRIGA PELO G-7
Fonte: Reprodução/Twitter

Na tarde deste domingo, o Bahia encarou um desafio fora de casa, contra o Sport. Em Recife, o Esquadrão sofreu uma derrota por 1 a 0.

Com o revés sofrido no Recife, o Tricolor fica com 49 pontos e se vê três pontos atrás do Botafogo, agora sétimo colocado. O próximo desafio será contra a Chapecoense, que tem 48 pontos, na Fonte Nova.

O JOGO

Em busca do triunfo para seguir vivo na luta pela vaga na Libertadores, o Tricolor entrou em campo buscando se impor perante ao adversário. Porém, foi o Sport quem teve maior domínio da partida nos 45 minutos iniciais e saiu na frente.

O primeiro lance de perigo do jogo aconteceu aos 17 minutos, em cobrança de falta feita por Allione. Em resposta, o Sport iniciou sua pressão aos 18 minutos, quando Mena chutou cruzado e Tiago salvou.

Aos 22 minutos, o time pernambucano teve sua primeira grande oportunidade de abrir o placar. Diego Souza aproveitou bola que sobrou na grande área e chutou para fora. O Bahia encontrava dificuldades para organizar jogadas ofensivas. Com isso, Jean tentou marcar em cobrança de falta, mas seu chute acertou a barreira.

Ainda no primeiro tempo, Carpegiani foi obrigado a realiza uma mudança no meio-campo. Juninho saiu por conta de lesão e Vinícius entru em seu lugar, aos 37 minutos.

Aos 38 minutos, o Sport saiu na frente. Após cobrança de lateral, a bola passou pelos pés de Diego Souza e André, até chegar em Marquinhos. O atacante finalizou e marcou o primeiro gol do jogo.

Antes do final do primeiro tempo, Edigar Junio teve a melhor chance do Bahia, mas parou em defesa de Magrão.

Carpegiani lançou Régis no lugar de Allione ainda no intervalo. Já na segunda etapa, o Sport levou perigo logo em sua primeira investida ao ataque. O atacante aproveitou bola que sobrou dentro da grande área, chutou e quase ampliou.

O primeiro grande lance do Bahia na segunda etapa aconteceu em bela falta cobrada por Jean. O goleiro do Esquadrão bateu na bola com perfeição e a viu acertar o travessão. Seria um golaço!

Em busca do gol de empate a todo custo, o Tricolor tinha maior domínio da posse de bola no segundo tempo. Entretanto, seguia com dificuldades para criar oportunidade de gol. Mendoza, aos 19 minutos, foi lançado em profundidade, mas não conseguiu finalizar.

Para buscar um algo diferente na metade final da partida, Carpegiani apostou em um jogador de área. Hernane entrou na vaga de Zé Rafael.

Mesmo com três atacantes em campo, o Bahia sofreu com ataques do Sport na reta final. Jean salvou o que seriam gols do time pernambucano aos 35 e 36 minutos.

Veja Também

Últimas Notícias